A história do vídeo de Walter Mitty

9
591

Estreia esta semana o filme “A Vida Secreta de Walter Mitty”, que poderia apenas ser mais um entre as centenas que passam pelas nossas salas todos os anos. A história é a de alguém que vai atrás dos seus sonhos, mas isso é o menos importante. Prefiro falar da forma como a produtora, a 20th Century Fox, promoveu o filme.

Atenta ao fenómeno da viralidade e à forma como os vídeos na internet chegam a milhões de pessoas, a 20th Century Fox perguntou a um dos mais irreverentes realizadores e produtores de vídeos online, Casey Neistat, se queria fazer um vídeo para promover este novo filme. Enviaram-lhe um mail e deram-lhe uma ideia geral do que pretendiam: “Queremos uma promoção que aborde o conceito “vive os teus sonhos”. Queremos que seja um vídeo que motive, inspire e funcione como o catalisador para que as pessoas façam algo que nunca fizeram”.

Casey recebeu esta proposta cinco dias após a passagem do tufão Hayan pelas Filipinas, que causou milhares de mortos e deixou centenas de milhares de pessoas na miséria.

Casey respondeu instintivamente: “É este o meu conceito: dêem-me o dinheiro, eu vou às Filipinas e gasto cada cêntimo a ajudar as pessoas que precisam”.

A 20th Century Fox aceitou e pagou 25 mil dólares a Casey Neistat para ele ir para as Filipinas ajudar as pessoas.

E este foi o vídeo que ele fez sobre os dias que passou a comprar comida para as vítimas do tufão.

O vídeo já tem mais de 1,2 milhões de visualizações. O vídeo do trailer oficial do filme, no canal do YouTube da 20th Century Fox, tem 1,9 milhões. É a prova de que, cada vez mais, as pessoas procuram o que é diferente, criativo e humano.

Só por isto, irei ao cinema ver o filme. E deixo-vos aqui o vídeo de Casey Neistat (só como curiosidade, foi graças a um vídeo dele que a Apple teve de alterar as baterias dos primeiros iPods, que morriam ao fim de 18 meses. Ele denunciou isto num vídeo, teve um grande impacto mediático, e Steve Jobs teve de mexer no produto — embora nunca tenha admitido que foi por causa dele, claro).

9 Comentários

  1. Já tinha ouvido falar do filme, já tinha visto e trailer e fiquei logo com vontade ver, mas depois disto mais ainda! Fantástico, uma inspiração 🙂

  2. Sei que o meu comentário nada terá a ver com o post… mas só quero dizer que gosto muito do seu blog! Pelo pouco que consigo perceber a vida de “blogueiro” não é nada fácil… Mas espero que este comentário lhe dê mais força para continuar.
    Aproveito o momento para desejar-lhe um óptimo natal e um ano novo cheio de sucesso, saúde, muita coisa boa com algumas barreiras pelo caminho (para manter a vida interessante e ajudar a saltar cada vez mais alto). Isto sempre perto de quem mais (o) ama e (lhe) quer bem!

    E acima de tudo seja feliz 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA