A Sofia, o vídeo e o Tiago

8
1404

O cancro é daquelas doenças filhas da puta, que chegam sem ninguém as convidar, destroem vidas só porque sim, atacam à traição gente boa e gente má, miúdos, os nossos filhos, adultos, os nossos irmãos, pais e avós. O cancro é aquele assassino que mata e tenta matar mas que ainda é inimputável, e por muito que façamos quase nunca o derrotamos. Quase nunca. Felizmente já não é nunca.

Hoje, o País emocionou-se com o vídeo em que a atriz Sofia Ribeiro, que combate um cancro da mama, corta o cabelo rodeada de amigos. Mais de 100 mil pessoas o viram, mais de 10 mil já o partilharam nas redes sociais, e efetivamente isto é um daqueles conteúdos que merecem ser partilhados. É bonito, bem feito, emocionante, tocante e aborda, de forma elegante, este assunto que deve ser tudo menos tabu. Ao longo do dia, fui lendo e ouvindo algumas bocas, comentários menos bonitos, de gente que sugeria que ela se estava a aproveitar de tudo isto para se promover. Bom, em primeiro lugar acho que a preocupação maior da Sofia, neste momento, deve ser a de sobreviver, a de dar cabo desta doença que está a tentar dar cabo dela. Depois, sou totalmente a favor de que as figuras públicas usem o seu alcance, a sua voz, imagem, para levar uma mensagem a muita gente. Ainda bem que este vídeo foi feito, ainda bem que a Sofia deu a cara por isto, e a única coisa que posso desejar é que ela ultrapasse tudo, que o final da história seja bonito, porque ninguém merece uma vida tão curta só porque se teve o azar de levar com uma doença destas em cima.

Se um adulto não merece uma coisa destas, uma criança merece ainda menos. Há uns meses, fiz o que pude para ajudar a minha mulher a terminar a sua maratona solidária que rendeu uma contribuição para a ala pediátrica do IPO de 77 mil euros. Foi dos contributos mais emocionantes em que já participei na vida, precisamente porque me emociono muito quando vejo crianças sem cabelo, com o seu ar inocente nas brincadeiras de sempre, muitas vezes sem consciência daquilo por que estão a passar. Quando penso que podia ser um dos meus filhos a estar ali sinto um aperto no coração.

Ontem tomei conhecimento de um destes casos através de uma amiga minha do Porto, a Rita. Ela contou-me que a melhor amiga dela está a sofrer muito com um cancro que foi diagnosticado ao filho Tiago, de três anos. A criança tem um neuroblastoma, um cancro que se desenvolve no sistema nervoso, já numa fase avançada, e a única hipótese de se curar é fazer um tratamento num hospital norte-americano, que está a apresentar resultados muito bons no combate à doença. O problema é o de sempre: falta de dinheiro. Os pais do Tiago lançaram por isso uma ação de crowdfunding para tentar reunir os 100 mil dólares de que necessitam para poderem tentar salvar o Tiago. Ainda só têm pouco mais de 5 mil e o tempo não é o melhor amigo deles, neste caso. Por isso, deixo aqui um apelo para todos os que possam darem o vosso contributo. A página onde o podem fazer é esta. Todos os euros ajudam. Pedia também que usassem o botão de partilha da página para poderem passar mensagem nas redes sociais. Nestas coisas, penso sempre da mesma maneira: se fosse comigo, gostaria muito que o fizessem pelo meu filho. Desde já deixo aqui o meu obrigado a todos os que ajudarem.

8 Comentários

  1. Bom dia Ricardo,
    Já tinha visto este caso nas redes sociais. Recentemente foram muito divulgados os casos da Luna e da Matilde e foi reunido muito dinheiro para poder ajudar estas meninas que, infelizmente não resistiram e não chegaram a usufruir da ajuda monetária que se conseguiu reunir. Numa situação destas os pais do Tiago não poderão entrar em contacto com os pais da Luna e da Matilde para que possam partilhar o dinheiro que as pessoas tao gentilmente ofereceram para ajuda-las? Coloco esta questão porque as pessoas que contribuiram para estas causas nunca chegaram a perceber o que seria feito do seu contributo uma vez que, infelizmente, as meninas não resistiram. Acho que é importante para quem contribuiu saber o que acontece agora com esse dinheiro e julgo que ficariam muito felizes de saber que essa verba poderia ajudar esta criança.
    Obrigada.
    Os melhores cumprimentos e muitos parabéns pelo blogue

  2. Ola, esse Tiago é outro. É o super T, um menino de 4 anos que sofre do mesmo mal estúpido.
    Este é Tiago tem 3 anos, mais pequenino. Ambos tem o mesmo problema. O nib do Tiaguinho é:
    NIB
    0035 0158 00005041300 36
    IBAN
    PT50 0035 0158 00005041300 36

    É uma conta com o fim exclusivo de ajudar o Tiago e, eventualmente outras crianças, a prosseguir um tratamento promissor fora do país e com a anuência dos oncologistas do IPO.

  3. Muito obrigada pelo cuidado e pela partilha, Arrumadinho! Há uns dias enviei um e-mail à Pipoca Mais Doce a dar conhecimento desta situação e fico mesmo muito agradecida pela vossa sensibilidade para com este caso de uma família que é tão, tão, tão especial :)! Eternamente grata,

    Joana

  4. As contribuições podem ser transferidas ou depositadas na conta bancária.
    NIB: 0033 0000 45475498388 05
    IBAN: PT50 0033 0000 45475498388 05
    BIC/SWIFT: BCOMPTPL
    Beneficiário: Tiago Santos

DEIXE UMA RESPOSTA