Coisas boas e menos boas do fim-de-semana

0
1896

Coisas mesmo boas do fim-de-semana:

– Ganhei o meu primeiro jogo online no PES2013 (joguei com o Benfica e ganhei 1-0 ao Real Madrid, controlado por um russo, ou ucraniano, ou lá o que era – um nabo).

– Vi o melhor concerto do ano – Ornatos. Incrível a empatia com o público, a devoção aos fãs, a energia, a actualidade das músicas, a genuinidade em palco. Foi perfeito.

– A vitória do Benfica, com um golo do André Gomes. Temos craque, senhores, temos craque.

– Dormi mais uma hora. Hoje, domingo, às 9h15 já estava a pé, e fresquinho, fresquinho.

– Vi o 007 Skyfall. Muito bom. Não é o melhor de sempre (para mim continua a ser o Casino Royale), mas este tem um dos melhores vilões de sempre, o Silva, interpretado pelo Javier Bardem. É fabuloso.

– Dei a volta ao quarto do meu filho, que andava de pantanas há demasiado tempo. Lá foram uma série de brinquedos para dar, já lhe criei a zona para estudar, arrumei as consolas, os jogos, os filmes, os livros, tudo com deve ser.

– Jantar no Sushi Café Avenida. Continua a ser o melhor da cidade (taco a taco com o Umai original e o Yakuza).

– Fui ao concerto de Bon Iver. Muito, muito bom.

Coisas não tão boas do fim-de-semana:

– Não li nada. Nem livros, nem jornais, nada.

– Não corri. Queria ter ido correr 10 km domingo de manhã, mas deu-me uma preguicite e fiquei no sofá. Não é coisa minha, mas às vezes acontece. Mas amanhã é dia de ginásio logo pela manhãzinha.

– O Manolo não veio para casa. Fomos buscá-lo no sábado, mas estava doentinho. Optámos por deixá-lo com a criadora, e com a mãe, até ficar melhorzinho. Já está a antibiótico e amanhã já deve vir para casa.

– Comi quase meio litro de gelado de arroz doce. Isto devia estar na parte das coisas boas, mas não, não é bom, é mau, muito mau.

– Passei mais de uma hora a dobrar meias. Irra, que é a coisa mais aborrecida de sempre. E a uma longa distância do segundo classificado.

1 Comentário

  1. Fui ao último concerto dos Ornatos e repito cada palavra que disseste. Embora o "foi perfeito" resuma tudo. Foi absolutamente mágico ver a minha banda favorita da adolescência ressuscitar assim. Agora ficou um grande vazio, parece que ainda não despertei daquilo tudo, mas pelo menos serve de consolação poder dizer q estive lá, que vi o melhor concerto do ano (quem sabe da vida, pois foram tão superiores a vários artistas internacionais a que já assisti. Bem sei que são da casa e isso ajuda em muito a empatia, mas não há arrogâncias nem vedetismos). Enfim, poderia continuar a dissertar, mas as palavras nunca serão suficientes! Esteve tudo no ponto!

    Um grande abraço!

  2. Embora fosse o primeiro filme c/ este Bond (controverso e mal amado), Casino Royale também é o meu preferido. O Le Chiffre (o vilão) também era interessante *

  3. Fim de semana em cheio Arrumadinho… quem dera a muitos (tal como eu que ficam a queimar pestanas)!!
    Se bem que o saltinho ao cinema para ver 007 Skyfall valeu bem a pena, contudo, concordo, não bate o Casino Royale 🙂

  4. Os Ornatos, os Ornatos …

    Pior foi ter conseguido comprar bilhete para o Sábado, ter feito a viagem do Algarve a Lx e no Sábado ao fim do dia ter uma enxaqueca daquelas que me levou à cama e fez saltar cá para fora tudo o que tinha no estomago.

    Resultado, não só não vi o concerto, como perdi o dinheiro do bilhete como ainda ouvi os amigos dizerem que foi muito bom …

    Enfim.

  5. Em número um o concerto dos grandes Ornatos!
    Eu também estive lá e não há palavras para descrever algo assim! Eles fazem-me ter muito orgulho em dizer que sou portuguesa!

  6. Coisa má do meu fim-de-semana. Ir ao Freeport às compras, passar na Leya haver só um exemplar do "O Arrumadinho" comprar, continuar nas compras. E chegar a casa e não encontrar o saco da Leya em lado nenhum.
    Enfim no meio disto espero que a pessoa a quem "ofereci" o livro faça bom uso dele

  7. Bem. isso seria a minha agenda para um mês :-)!
    Eu pastelei o fim de semana todo, ainda consegui vencer a inércia para ir a um irish pub beber um copo de vinho (que a cerveja por aqui é muito cara). Quanto às meias,… como te compreendo!

DEIXE UMA RESPOSTA