Feliz Natal

25
2879

Hoje é um dia importante para muita gente, nem que seja porque estão em família, uma coisa cada vez mais rara nos dias de hoje, em que passamos o tempo a correr de um lado para o outro e quase nunca conseguimos parar, juntarmo-nos aos que mais amamos e desfrutarmos da companhia deles durante umas horas. Por norma, o Natal consegue esse milagre.

Embora seja ateu, sempre achei esta época especial e única, sobretudo pela paz que transmite a muita gente, pelos sentimentos mais generalizados de amor, solidariedade, tolerância, união e perdão. Sinto que o mundo é um bocadinho melhor quando chega o Natal. Só que o Natal não dura sempre, e o mais comum é, passada a época, voltar tudo ao mesmo. E é esse o meu mais profundo desejo de Natal deste ano: que prolonguemos estes sentimentos pelo resto do ano.

Este ano, pedi a toda a gente para não me darem presentes. Felizmente, não preciso verdadeiramente de nada, sou muito feliz com o que tenho na minha vida, e não há nada que possa receber que me deixe mais realizado ou completo. Ou melhor, há, precisamente o que pedi antes: mais amor, menos ódios, mais paz, menos guerras, mais compreensão, menos julgamentos. Eu tentarei fazer a minha parte.

A todos os que me lêem, aos que me seguem há anos, aos leitores mais recentes, aos que gostam e não gostam de mim, desejo um Natal muito feliz e em paz junto das pessoas mais importante das vossas vidas.

Tudo de bom.

25 Comentários

  1. Só para dizer que o “Desamor” foi a minha companhia na véspera de Natal, sentada à fogueira com a minha familia … Devorei-o em duas horas … Adorei ! =D

  2. Olá Arrumadinho!Espero que tenham passado os 3 um óptimo Natal!Desculpa estar a falar neste assunto, mas se és ateu como pudeste baptizar o teu filho?Foi só a tua esposa baptizá-lo?
    Obrigada pelo esclarecimento.

  3. Já era tempo de se começar a moda de se juntar o dinheiro que se vai desperdiçando em prendas, algumas pouco mais que simbólicas, substituí-las por vales e financiar organizações que verdadeiramente valem a pena. Que tal lançarem um movimento?

    Feliz Natal

DEIXE UMA RESPOSTA