Lorenzo e Judite

179
3466

A “entrevista” de Judite Sousa a Lorenzo Carvalho foi um dos episódios televisivos mais vergonhosos a que assisti nos últimos anos. Custa-me, até, referir-me àquilo como uma “entrevista” porque aquilo que todos vimos foi um julgamento público de um rapaz que cometeu o crime de ser rico.

Mas comecemos pelo início.

A TVI começou por preparar uma peça para apresentar o entrevistado. Aí, foram ditas várias coisas:

1. Que Lorenzo tem 21 anos.
2. Que Lorenzo sonha em chegar à Fórmula 1.
3. Que Lorenzo paga 1 milhão de euros para correr nas provas pela Ferrari.
4. Que Lorenzo pagou largos milhares de euros para trazer Pamela Anderson à sua festa de aniversário.

Ao longo da conversa com Judite, Lorenzo desmentiu tudo isto. Afinal tem 22 anos, não sonha em chegar à fórmula 1, não paga nada para correr pela Ferrari e a Pamela só terá pago a viagem e a estadia, bem como a todos os outros convidados que vieram do estrangeiro.

Parece-me logo de mau tom apresentar um entrevistado com uma série de informações erradas – algumas delas básicas, como a idade.
Mas vamos à “entrevista”.

“Você tem noção…”. Foi assim que Judite Sousa começou quatro ou cinco das dez ou onze perguntas que fez ao piloto. Toda a conversa foi centrada no dinheiro e nas extravagâncias do rapaz, como se ele tivesse de se justificar perante a jornalista ou perante o País, como se ele tivesse andado a roubar dinheiro a alguém para o gastar da forma que bem entende, como se o facto de ele ter muito estivesse ligado ao facto de outros terem pouco.

Judite passou por várias vezes a ideia de que Lorenzo era quase culpado pela situação actual do País, julgou-o por não ajudar quem mais precisa (mesmo depois de ele ter dito e repetido que ajuda imensas pessoas) quase como se fosse uma obrigação social e moral que um rapaz brasileiro, que vive em Portugal há um ano, sem grande relação com o País, ajudasse os pobrezinhos, tirasse os jovens do desemprego e pagasse parte do défice nacional.

Não conheço Lorenzo Carvalho de lado algum e nem sequer era uma personagem que me tivesse gerado grande curiosidade. Já tinha ouvido falar dele, sabia, por alto, que era um miúdo milionário e extravagante, e pouco mais. A tentativa de julgamento público de Judite Sousa deixou-me perceber mais coisas: que, afinal, o rapaz até ajuda muitas pessoas que não conhece, apoia a Terra dos Sonhos e concretiza o sonho de crianças em fase terminal, é extremamente educado e fala de forma humilde. Já depois da entrevista, li na página de Facebook dele um post sobre a entrevista em que agradecia o apoio de todos os amigos e não criticava a postura de Judite.

Queria recordar um episódio que se passou com Judite Sousa há três anos. A revista SÁBADO fez-lhe uma entrevista e, em determinada altura, o jornalista perguntou-lhe quanto tinham custado os sapatos que ela usava. A sua resposta foi esta: “Ninguém tem nada a ver com a forma como eu gasto o meu dinheiro”. Pois não, cara Judite. Tem toda a razão.

Também ninguém tem nada a ver com o facto de ir de férias para hotéis que custam largas centenas de euros por dia, nem ninguém tem nada a ver com o facto de gastar aos mil e dois mil euros em carteiras e sapatos. O dinheiro é seu, gasta-o como bem entende. E não é a actual conjuntura económica nacional que muda isso. Mas deverá “ter noção” que os seus gastos podem chocar quem menos tem. Ou então não. E depois? Vai deixar de fazer o que quer por causa disso? Vai deixar de ir de férias para onde entende por causa disso? Vai passar a vestir-se e a calçar-se na Bershka e na Zara por causa disso? Não me parece. E acho muito bem que continue a levar a vida que bem quer, e que pode levar.

Também não entendo porque é que Judite Sousa não teve esta mesma postura inquisitória nas muitas entrevistas que conduziu com banqueiros e poderosos que já estiveram naquela mesma cadeira, ontem ocupada pelo Lorenzo. Que eu saiba, são pessoas que ganham milhões, que vivem em mansões, que passam férias em resorts de milhares de euros por dia, que conduzem carros acima dos 100 mil euros. E a esses, nem uma pergunta sobre gastos extravagantes? Pois, já sabe que com essas a conversa é outra, não é.

O que Judite Sousa fez foi abusar de uma posição de superioridade intelectual relativamente a uma criança grande, que vive como uma criança grande e cometeu o crime de poder fazer o que bem entende com os milhões que tem à disposição na conta bancária. Ela sabe que, ao contrário dos banqueiros, Lorenzo não tem estudos, não tem capacidade argumentativa, não sabe defender-se, é limitado a falar e a expor ideias, e tentou, jogando com isso, conduzir a conversa de forma altiva e abusiva. Não quis ser a jornalista, quis ser a mamã a dar tau-tau no menino mimado.

Acho extremamente perigosa esta perseguição que se instalou aos ricos, e que parece ter cada vez mais cobertura mediática. O que muita gente continua a não perceber é que o ser rico, o ser extravagante, são conceitos que jamais terão uma interpretação única. O que é um gasto astronómico para uns não é para outros. Há pessoas que não podem pagar 1000 euros por uns sapatos, mas podem pagar 400. E há quem não possa pagar 400 mas pode pagar 100. E há quem não possa pagar 100 mas pode pagar 30. E há quem não possa pagar 30. Se os que estão abaixo forem julgar os que estão acima, então, viveremos numa sociedade de inveja e perseguição, em que todos temos de esconder a vida que levamos, encobrir aquilo em que gastamos dinheiro, guardar em casa tudo o que possa chocar os outros. E esse é um mundo demasiado perigoso.

Fico muito contente por o Lorenzo ter escolhido Portugal para viver. Podia estar a gastar os milhões dele em qualquer País do mundo, mas não, está aqui, a alimentar a nossa economia, as nossas lojas, restaurantes, empresas de todo o género. Parece que é por cá que tem negócios, que dá emprego a várias pessoas, e que ajuda muitas outras. Com este tipo de tratamento, o mais provável é forçarmos a que o rapaz faça as malinhas e rume a outro País. E aí, então, seremos todos muito mais felizes. Não teremos o dinheiro que ele injecta na nossa economia, não teremos os empregos que ele criou, não teremos os restaurantes e as lojas a ganhar com o que ele gasta por lá, mas, ao menos, não teremos de sofrer a ver que há alguém que tem muito mais do que nós. O que é triste.

179 Comentários

  1. É tão básico que o mainstream das opiniões seja "cascar" na Judite de Sousa; de repente ficou moda politicamente correta defender um atrasado mental que diz que é bilionário e que à custa da nossa mediocridade intelectual chegou ao prime time da TVI e às primeiras páginas das revistas em 15 dias.

    Não sabemos de onde vem o dinheiro que vemos esbanjar futilmente e não ouvimos uma palavra de jeito saída da cara do rapaz, único sítio ainda poupado às tatuagens.
    Não vi mais agresividade na Judite do que é costume, não sei se a entrevista é bem conduzida, acho que não, mas pouco mais havia a extrair daquela cabeça confusa camuflada de menino de Deus.

    É muito triste virem aqui comentar sobre o ordenado da Judite, infinitamente mais merecido que os milhões do menino marado, ou pior ainda vir comentar a sua tremida vida conjugal… isso é que é deplorável!

    E é patético como a maioria dos basbaques embarcaram na fantasia de menino bem comportado, tipo evangelista do reino de Deus que alguém escolheu para ele envergar na entrevista…Um dia viremos a saber o que está por trás desta palhaçada – de onde vem o dinheiro e qual o objetivo desta campanha mediática que os nossos media paparam até ao caroço!

  2. ENTREVISTA TRISTE, MAS OS FINS CONSEGUEM-SE PERCEBER. JUDITE FOI MÁ PROFISSIONAL, MAS O LORENZO É UMA BESTA.

    LORENZO, SABES QUE MAIS? NÃO QUERES AJUDAR NÃO AJUDES, CONTINUA SOVINA, MAS NÃO MOSTRES O QUE TENS, PATO BRAVO!!!

    E NÃO É INVEJA, É COBIÇA, A MIM TANTO ME FAZ SE ELE TEM OU DEIXA DE TER, MAS QUE PELO MENOS RESPEITE O POVO PORTUGUÊS.

    ESTE É O MESMO POVO QUE ATACOU A FILIPA XAVIER DE SER FUTIL POR QUERER PAR 2013 UMA MALA QUE É UM BALURDIO! VEJAM NO YOUTUBE! NA ALTURA FOI ENXUVALHADA!

    OS PORTUGUES SAO TAO BURROS QUE NAO PERCEBEM QUE ELE ESTÁ A GOZAR COM A NOSSA CARA E VOCES GOSTAM! LOL!!!!!!!!!

  3. OMG! Não tinha visto esta entrevista e fiquei estupefacta… Mandem crucificar o rapaz porque ele é rico… ou milionário… ou excêntrico… Isto faz algum sentido!? Devia era agradecer-lhe por aquilo que cá faz, se ele me andasse a "roubar" para fazer estas coisas, aí sim, podia reclamar. Muita sorte teve ela por o rapaz não se passar da marmita!

  4. Muitos parabéns Ricardo pelo seu artigo de opinião. Nunca gostei das entrevistas feitas pela Jornalista Judite de Sousa, e concretamente esta a Lorenzo Carvalho foi deprimente e ridicula.
    Uma entrevista vale o que vale, mas até achei que o Lorenzo se "portou" muito bem!

    Paula Rego

  5. Só vi o episódio aqui graças ao vídeo que colocaste. Acho que ela esteve muito mal e foi muito infeliz tendo inclusive prestado um mau serviço ao País.

  6. O que essa senhora fez é muito mau para a nossa imagem no exterior,da a ideia a quem tem vontade de investir em portugal, que somos todos uns idiotas sem cérebro e ainda uns grandes invejosos.Seria muito bom ver uma onda nacional nas redes sociais a pedir a todo mundo para ninguem ver o canal TVI enquanto essa sra não fosse posta no olho da rua.PORTUGAL precisa mais de acção do que apenas falinhas mansas .

  7. Muito muito bem Ricardo! Sim senhor! Um texto de uma grande qualidade! Não podia concordar mais!! Faz cá falta mais gente como o você (:

  8. Alguém me consegue explicar porque razão foi este jovem a televisão para ser entrevistado? Por ter herdado uma fortuna. Por ter deixado a escola aos 16 anos?
    Parece-me que se calhar a entrevista foi mais uma das extravagâncias do jovem e a jornalista de serviço não gostou e toca de bater no "ceguinho". A comunicação social está cheia de "noticias" pagas. Querem um bom exemplo….
    "A gaiola dourada"- dizem que é um bom filme, com bons actores portugueses. Acredito que seja tudo bom, mas perdi a vontade de ir ver o filme, depois de passado 20 dias da sua estreia ainda ter que levar com reportagens quase todas as noites nos noticiários. Se é bom porque razão temos que ser bombardeados com "publicidade".

  9. Ganha esta senhora uma pequena fortuna, para prestar tão mau serviço. Pergunto tendo ela um vencimento tão bom, quantas pessoas ajuda ela? Claro à sua medida. Os nossos ricos gastam o dinheiro lá fora. Este é de fora e veio gastar o dinheiro dele, numa FESTA, neste pais cinzento e triste, só é de louvar. Um bom artigo este do Arramadinho, concordo inteiramente

  10. achei ainda muito engraçado o tempo k o professor M Rebelo de Sousa levou para olhar nos olhos da amiga, qdo falava o que achava do assunto ontem no jornal de domingo, o kota estava bem atoa.. Com dedinhos.. Porque sera? heheheh

  11. a Sra. Judite de Sousa tem laivos de arrongante, vaidosa, propotente, invejosa, velha com peles a indicar tudo isto. A entrevista com o jovem Lourenzo fez-me lembrar a entrevista da Sra. Manuela Moura Guedes ao Dr. Marinho Pinho, faltou foi ao jovem responder á letra como o Dr. Marinho Pinho respondeu á sua Colega. Bom continuar a ver esta senhora na TVI é deprimente e mais deprimente vai ser para os seus convidados semanais ( Dr. Marcelo Rebelo de Sousa e Dr. Medina Carreira. A TVI que se cuide .

  12. E se fossemos à origem do problema?Só uma vez!
    Quem é que recruta estes entrevistados?
    O que querem obter de uma personagem destas?
    Qual é a mais valia de informação?
    Hummm..há uma coisa que me intriga qual é a maior preocupação quando se levanta de manhã? Bechiga apertada? Ou tem assim alguma coisa mais que o apoquente?
    No lugar da Judite..seria isto que eu questionaria…lol

  13. HAHAHA então a culpa foi dos meus pais, claro. Eles realmente deviam ter posto milhões de euros de lado só para mim. Malvados.

  14. Concordo plenamente. Cada um gasta o dinheiro como quer, o rapaz não está a ofender ninguém, e mostrou-se até uma pessoa bastante humilde, educada e com opiniões bem fundamentadas.

  15. Concordo plenamente. Cada um gasta o dinheiro como quer, o rapaz não está a ofender ninguém, e mostrou-se até uma pessoa bastante humilde, educada e com opiniões bem fundamentadas.

  16. Caro Anónimo,

    Não sei onde leu essa definição de comunismo… Diga-me qual foi o livro que é para eu o ler também. É que essa não é a definição que vem no manifesto comunista. Não se esqueça que o comunismo como ideologia defende a igualdade e "castra" a liberdade, é contra a propriedade privada e a iniciativa privada. Ou seja, no fundo o comunismo é um sistema político em que os interesses da sociedade (seja lá o que isso for) prevalecem sobre os interesses do indivíduo. Foi aliás este princípio que conduziu historicamente os países comunistas à pobreza porque a riqueza não se cria por decreto. A riqueza é a consequência da ambição humana (que foi o que nos permitiu sair das cavernas) e é graças à liberdade de cada um procurar novas formas de produzir riqueza (ou seja, o respeito pela liberdade individual e pela propriedade privada) que o mundo ocidental conseguiu atingir o grau de bem estar que hoje (apesar de tudo) apresenta. O comunismo pode não amar a pobreza mas tudo o que consegue é precisamente isso. Todo o discurso da Judite é de uma ortodoxia marxista leninista que mete impressão. Nesta entrevista arrasou com o valor da liberdade individual (o rapaz parece que não pode fazer o que quiser com o seu dinheiro) e deve de entregar o dinheiro aos pobres (lá se vai o direito à propriedade privada). Sim não tenho dúvidas que Lenine ficaria radiante com esta sua discípula.

  17. Caro Anónimo,

    Não sei onde leu essa definição de comunismo… Diga-me qual foi o livro que é para eu o ler também. É que essa não é a definição que vem no manifesto comunista. Não se esqueça que o comunismo como ideologia defende a igualdade e "castra" a liberdade, é contra a propriedade privada e a iniciativa privada. Ou seja, no fundo o comunismo é um sistema político em que os interesses da sociedade (seja lá o que isso for) prevalecem sobre os interesses do indivíduo. Foi aliás este princípio que conduziu historicamente os países comunistas à pobreza porque a riqueza não se cria por decreto. A riqueza é a consequência da ambição humana (que foi o que nos permitiu sair das cavernas) e é graças à liberdade de cada um procurar novas formas de produzir riqueza (ou seja, o respeito pela liberdade individual e pela propriedade privada) que o mundo ocidental conseguiu atingir o grau de bem estar que hoje (apesar de tudo) apresenta. O comunismo pode não amar a pobreza mas tudo o que consegue é precisamente isso. Todo o discurso da Judite é de uma ortodoxia marxista leninista que mete impressão. Nesta entrevista arrasou com o valor da liberdade individual (o rapaz parece que não pode fazer o que quiser com o seu dinheiro) e deve de entregar o dinheiro aos pobres (lá se vai o direito à propriedade privada). Sim não tenho dúvidas que Lenine ficaria radiante com esta sua discípula.

  18. Ainda não vi a entrevista, mas pelo que já me contaram e pelo que percebi da história do rapaz, sinceramente, a única coisa digna de notícia é que ele, felizmente, decidiu fazer uma festa de aniversário de arromba no nosso país. Poderia ter escolhido qualquer parte do mundo, mas escolheu Portugal para vir gastar dinheiro. Mais houvesse como ele e a nossa economia arrebitaria bastante mais depressa.
    Se o dinheiro vier de fora, isto também conta como exportações, o que é excelente para a nossa balança comercial. Logo aí o rapaz já está a ajudar o País. Essa deveria ter sido a resposta dele.
    Gostava sinceramente de saber, se alguém que vá de férias para destinos paradisíacos se preocupa em saber se o local é rico ou pobre, ou se o dinheiro lá gasta é uma afronta à população local. É por demais ridículo.

  19. Concordo plenamente, mas para ter bom sexo é preciso algum empenhamento. Será que havia alguma inveja pela juventude do pequeno? O efeito das plásticas está-se a notar. E a inveja descarada que se notou na entrevista não é de quem se intitula jornalista. E que ainda por cima se arroga de ser boa profissional.
    Procure outra profissão e poupe-nos espectáculos degradantes como este.
    Lorenzo desculpa, mas há gente má e invejosa em todo o lado.

  20. .Possivelmente o puto é mais um futil com dinheiro tipo o idiota do Bieber mas que é um produto duma máquina de marketing para fazer dinheiro á conta das acéfalas das teenagers que gritam atrás dele como ratos.Já fiz por aqui a defesa e o ataque de ambas as partes como se o caso fosse levado ao advogado para defesa de cada um dos lados.Deixo só aqui a opinião á credenciada jornalista Judite de Sousa que pelo pouco que me tenho apercebido não é nada da personagem que transmite nos media.Também ela ganha muito acima da média e como muitos mais, de forma imerecida e injustificada.Já ganhou muito directamente dos nossos bolsos na RTP como muitos mais o fizeram e fazem e ostenta arrogância e superioriddade nas suas relações diárias com quem não depende.Não se conhece dela nenhum tipo de obra ou consciência social face aos mais desfavorecidos.Deixou escapar na entrevista o cinismo ,o compadrio ,a arrogância ,o distanciamento dos verdadeiros problemas do País que é esta elite dominante instalada,cravada em pontos chave.Por mim é deixar de vêr o trabalho dela até as audiências (se é que existe)virem abaixo.Pode ser que a descartem embora ela vá recolher favôres e influiências noutros lados.

  21. A entrevista foi vergonhosa. Mas para os milionários de 22 anos ou de 80 que andam a gastar loucamente dinheiro por aí, não sei, se calhar um bocadinho de sensibilidade para com a situação actual. Não estou a dizer que deva haver uma lei para que não se possa gastar dinheiro, cada um faz o que quer. Mas acho que os "ricos" deviam ter alguma consciência social.

  22. Disseste tudo… mas este excerto foi particularmente assertivo:

    "O que é um gasto astronómico para uns não é para outros. Há pessoas que não podem pagar 1000 euros por uns sapatos, mas podem pagar 400. E há quem não possa pagar 400 mas pode pagar 100. E há quem não possa pagar 100 mas pode pagar 30. E há quem não possa pagar 30. Se os que estão abaixo forem julgar os que estão acima, então, viveremos numa sociedade de inveja e perseguição, em que todos temos de esconder a vida que levamos, encobrir aquilo em que gastamos dinheiro, guardar em casa tudo o que possa chocar os outros. E esse é um mundo demasiado perigoso."

    No que a mim me toca, muita vergonha alheia.

  23. É que é mesmo isso, para além do tom abusivo, as pergntas são mesmo idiotas. Já com o Reynaldo Gianecchini tinha dado vergonha alheia, a perguntar se ele tinha noção que era um homem muito bonito ou se lhe "fazia impressao ter estado casado com uma mulher mais velha". A sério que este são o tipo de perguntas a fazer a uma pessoa num telejornal nacional?:s

  24. Epá…anda uma bipolaridade na sociedade portuguesa que faz impressão.

    A Pepa é fútil porque quer uma channel, o Lourenzo pelo contrário já é uma vitima da Judite porque foi julgado pela forma como gasta dinheiro.
    Aposto que quando viram o puto feliz ao lado das mamas, julgaram-no por gastar dinheiro daquela forma. A Judite questionou por isso, conduzindo muito mal a entrevista, e passou a ser vítima do seu dinheiro.

    Que tal coerência e 1 minuto para pararmos para pensar antes de sermos todos indignadinhos e dizer a primeira alarvidade que nos vem à cabeça?

  25. ACho que essa entrevista foi uma bosta. Neste universo cada um vive conforme as suas necessidades e possibilidades. A crise esta a deixar a Judite louca, é só olhar para a cara dela e ver que não parece uma pessoa no seu perfeito juízo. Deixem de ter inveja do gordo bolso do Lorenzo e questionem aos vossos pais porquê que não pensaram no vosso futuro e porquê que não lutaram mais por melhores condições.

  26. Claramente o rapaz precisa de publicidade, precisa imenso ser conhecido principalmente em… Portugal??
    E quem lhe disse que ele pagou para ser notícia e para fazer esta entrevista? Deve ter sido, deve.
    Há com cada comentário, realmente.

  27. Tratar alguém por você é ofensivo??? Por amor de Deus estamos no sec.XXI, a língua evolui. Eu trato muita gente por você e não pretendo ofender ninguém nem me sinto minimamente ofendida quando sou tratada por você. Que tolice!

  28. A: "Acho extremamente perigosa esta perseguição que se instalou aos ricos, e que parece ter cada vez mais cobertura mediática."
    E: Pelo contrário, acho-a saudável. É absolutamente necessário para uma sociedade civilizada e mínimamente honesta que exista uma severa fiscalização e transparência a esses chamados ricos. Para mim, todo o que ganha acima de 2000€ já é rico (pode chamar-me comedido, parvo ou ingénuo quanto queira). O que daí passa insulta-me a cada segundo. Que uma empresa ou corporação tenha um considerável valor monetário, é aceitável, pois é necessário muitas vezes para alguns volumes de negócio, mas tal nunca pode recair nas mãos de patrões ou accionistas individuais.

    A: "Fico muito contente por o Lorenzo ter escolhido Portugal para viver. Podia estar a gastar os milhões dele em qualquer País do mundo, mas não, está aqui, a alimentar a nossa economia, as nossas lojas, restaurantes, empresas de todo o género. Parece que é por cá que tem negócios, que dá emprego a várias pessoas, e que ajuda muitas outras."
    E: A mim tanto me faz se o cromo escolheu Portugal. Isso é lá com ele. O simples facto de ele ter esses montantes à disposição e os usar da forma como usa já me faz espécie. Não conheço, e como tal não vou comentar, sobre os negócios que tem cá. Se forem de facto benéficos e criarem postos de trabalho, ok, muito bem. O que repugna é a futilidade com que vive (e que regra geral, não anda de braço dado com o altruísmo). Agora, não me venham falar de como "é benéfico para a economia" e como "dá trabalho a muita gente" ao gastar os milhões "dele" por cá. Tais postos de trabalho, como casinos e hotéis de luxo são por natureza "bens" fúteis, dispensáveis e nefastos a uma sociedade que devia valorizar o que realmente tem valor.

    A: "Com este tipo de tratamento, o mais provável é forçarmos a que o rapaz faça as malinhas e rume a outro País. E aí, então, seremos todos muito mais felizes. Não teremos o dinheiro que ele injecta na nossa economia, não teremos os empregos que ele criou, não teremos os restaurantes e as lojas a ganhar com o que ele gasta por lá"
    E: Não vale a pena repetir-me, pois a maioria dos restaurantes e lojas que ele alimenta nem sequer fazem sentido existir. …a não ser numa sociedade fútil, espalhafatosa (o "dar nas vistas", para simplificar) e oca.

    De resto, estou de acordo: má condução e informações erradas foram o ex-libris.

    Só mais uma coisa: com esses milhões todos (e como tal, com toda a oportunidade de estudar, algo que muitos da sua terra nem sonham) e continua com a iliteracia que apresenta?! Para mim, é só mais uma cavalgadura como muitas.

  29. Estúpida entrevista, estúpido puto e estúpido artigo aqui escrito. Inegável que é lamentável a postura da interlocutora e que o puto, para o tipo que é e para a instrução que tem, foi comportado. Quanto aos argumentos do arrumadinho e de uns quantos tugas mais que aqui escreveram a apoiar, só posso lamentar. Sois bem tugas e Portugal haverá de ser o triste cantinho ibérico enquanto for povoado por cabeças como a vossa.
    Por uma questão de simplicidade vou usar personagens Artigo (A) e Eu (E) para comentar.

    A: "como se o facto de ele ter muito estivesse ligado ao facto de outros terem pouco."
    E: Tenho as minhas suspeitas de como nas minas do Brasil muitos têm bem pouco para uns poucos terem muito. Dinheiro não cai do céu. Pode tê-lo herdado e não ser o culpado de tal extorsão mas o simples facto de alguém (indivíduo) ter à sua disposição tal valor, e ainda para lhe dar tal uso, é simplesmente errado

    A: "Também ninguém tem nada a ver com o facto de ir de férias para hotéis que custam largas centenas de euros por dia, nem ninguém tem nada a ver com o facto de gastar aos mil e dois mil euros em carteiras e sapatos. O dinheiro é seu, gasta-o como bem entende."
    E: Não, não! Gastar como bem se entende é compreensível, mas de todo, MUITO importante saber a sua origem. Permitir tal salário para essa senhora (ou outro indivíduo qualquer) é simplesmente insultuoso. E não me venham falar em que há outros salários com os quais tal quantia nem se compara porque esses só são fruto da estupidez, corrupção e inércia humana.

    A: "Também não entendo porque é que Judite Sousa não teve esta mesma postura inquisitória nas muitas entrevistas que conduziu com banqueiros e poderosos que já estiveram naquela mesma cadeira, ontem ocupada pelo Lorenzo. Que eu saiba, são pessoas que ganham milhões, que vivem em mansões, que passam férias em resorts de milhares de euros por dia, que conduzem carros acima dos 100 mil euros. E a esses, nem uma pergunta sobre gastos extravagantes?"
    E: Vá, aqui estou plenamente de acordo.

  30. Quando ela disse que ele estava com 2 seguranças foi demais, o PPCoelho foi de férias e levou 10 e a pagar com o nosso dinheiro. Ridícula

  31. Só farei uma analogia:
    A resposta que a Judite deu "Ninguém tem nada a ver com a forma como eu gasto o meu dinheiro", fez-me lembrar a que Passos Coelho deu no ano passado, quando alguém lhe perguntou se tinha pedido recibo do aluguer da casa de férias…e ele respondeu que era um assunto do foro privado!
    Ora bem…quando toca eles, ninguém tem de saber…agora com os outros, quanto mais badalado melhor!
    VERGONHA…

  32. que cena a da TVI a da Judite e a do povinho…..vamos concentrar-nos a ganhar dinheiro como os pais do menino….isso sim é serviço.

  33. No Coments Doutora Judite! No Coments!
    Envergonho-me enquanto Português ter assistido a esta entrevista dirigida por uma das mais conceituadas jornalistas, ou pelo menos pensava que era!
    …E afinal o Lorenzo é bem mais humilde, educado e caridoso, do que a grande maioria da corja bancária, politica e jornalistica.
    Doutora Judite, com a sua polivalência jornalistica, faça agora um documentário sobre o rapaz e evidencie as partes boas que este jovem faz e pode fazer, de forma que ele nao se sinta envergonhado de viver no nosso País. Pode ser que assim a doutora Judite de Sousa, se consiga "limpar" desta entrevista ridícula e invejosa que protagonizou.

  34. Hoje estou com pena da Judite de Sousa… embora não a conheça pessoalmente e não possa fazer um comentário justo ou isento sobre ela enquanto pessoa, nunca tive grande simpatia por ela enquanto jornalista. E agora com esta entrevista, coitada, ficou mesmo mal na fotografia. Quando até o que ela queria, ao menos subconscientemente, era que o Lorenzo ficasse mal no boneco dele que ela foi construindo, no quase linchamento público da alegada futilidade do rapaz…

    O "pobre" do Lorenzo esteve à beira de quase ser acusado como culpado pela crise económica portuguesa! Coitado… e será ele afinal um fútil?… às tantas não me importava de ter a futilidade dele, se pudesse fazê-lo como ele faz.

    Este fait-divers levou-me a recordar de duas pessoas que estão nos antípodas dele. Pessoas nada fúteis. Que são ou eram mesmo uns incorrigíveis workaholics. Que viviam todas as horas dos seus dias só para o trabalho. Falo de Oliveira e Costa, do BPN, e de João Rendeiro, do BPP.

    E eu pergunto… quem é que nos pôs a todos nós, portugueses, na m…???… será que foram pessoas fúteis como o Lorenzo, pobre menino rico, nascido em berço de ouro?… ou os novos ricos que não tiveram um berço tão bom? E que talvez por isso terão enriquecido sem escrúpulos de espécie alguma…

    Um abraço a todos! 😉
    Giuseppe (http://giuseppepietriniapresidente.blogspot.com)

    p.s.: …e vamos lá parar agora de bater no ceguinho, gentchi. A Judite só é paga pela TVI para fazer estes fretes, mesmo… e é um ser humano que precisa da nossa ajuda, com toda a evidência.

  35. Postura ridícula, populista e hipócrita desta não sei quê (não me apetece dizer o nome dela).
    Excelente artigo, muito completo. Gostei especialmente da parte em que refere "Acho extremamente perigosa esta perseguição que se instalou aos ricos, e que parece ter cada vez mais cobertura mediática." e permita-me que acrescente o seguinte: nenhum país pode ter a ilusão de prosperar sem gente rica. Pois, com todo o respeito, não serão os pobres a dinamizar a economia.
    E que eu saiba, o rapaz e a sua família enriqueceram de forma legítima.
    Raio de mentalidade que persiste em estimular a mediocridade e a mediania!

  36. Muito bom o seu texto meu caro amigo, concordo plenamente com o que você escreveu.
    Se o rapaz está em Portugal gastando o seu dinheiro obviamente será muito bom para a economia do país, além disso ninguém tem nada a ver com isso se ele gastou 300 mil € na sua festa de aniversário.

  37. Já leio este blog há algum tempo, nunca comentei, mas hoje não me consegui conter, e aproveito o comentário felicitar a "família (pipoca mais doce, arrumadinho e Mateus) tanto pelo conquistado no mundo da "blogoesfera" como a nível pessoal.

    Quanto ao tema deste post, obviamente não poderia estar mais de acordo. Estamos a chegar a um ponto em que qualquer dia ninguém pode tirar férias (ainda que as passe por cá), sob pena de os desempregados todos do país se revoltarem por ser uma vergonha haver quem vá de férias com a taxa de desemprego que existe no país e com todos os males de que padecemos! É ridículo! É por isto que tristemente sinto que nunca iremos mais além! Somos pequenos e pensamos em pequeno! Afinal parece que quem está mal são os que podem ter a vida que querem, podem e desejam! Enfim…

    Quanto à senhora Judite de Sousa, lamento que o rapaz não tivesse qualquer capacidade de argumentação para lhe puder questionar qual seria a moral dela face às questões, uma fez que aufere um ordenado extraordinariamente acima da maioria dos portugueses, e que quase toda a sua carreira (RTP) foi paga pelos mesmos portugueses que hoje estão em crise. Há pessoas que têm a memória muito curta e que se esquecem dos telhados de vidro que têm…

    Raquel Gomes

  38. Completamente de acordo. Mais ridícula foi a TVI em convidar alguém pra entrevistar só porque tem dinheiro. É que nem se percebe o assunto da entrevista, só se fala no dinheiro que a família do rapaz ganhou honestamente, a trabalhar.

  39. Judite de Sousa a inveja é uma coisa muito feia. Já agora pergunto a senhora já ajudou muitos portugueses desempregados? com o seu grande vencimento. Que vergonhosa entrevista.

  40. Acho que a Judite não "tem noção" da imagem ignóbil que passou, perdeu até muitos pontos na minha consideração e por outro lado, o rapaz demonstrou bastante inteligência humildade e educação, eu não teria sido tão diplomático nem a Judite o mereceu. Houve bastante falta de educação, formação, ética, profissionalismo, etc. por parte da Judite. Não entendi qual o fundamento desta entrevista, não se trata de jornalismo mas de escarnio em praça publica e não sei quem pensa a Judite que é para ser arrogante, gostaria até de saber em que é que ela contribui para a pobreza e os doentes. Fazer juízos de valor e apreciações éticas e morais numa entrevista é de uma ignobilidade , falta de chá e formação imensuráveis. Sinceramente, não subscrevo a atitude desta senhora, tenho até vergonha de ser cidadão num país onde este tipo de comportamento passa impune.

  41. A mulher anda mal de amores e descarregou no "pobre" do rapaz. Não tenho nada quanto ao rapaz mas gostava de saber ao certo, ou talvez saiba, como a família ganhou tanto dinheiro, mas o rapaz não tem culpa nenhuma. Pena é haver sociedades que permitam uma tão grande diferença de classes o que inclui o ordenado da Judite de Sousa, mas isso já dava para outro debate.

  42. hoje íamos de passeio e surgiu a conversa 'corderosa'

    – olha sabes dizem que a Judite levou um par de cabides na testa, afinal o Seara, tss tss.

    rimo-nos claro!

    e lembrei-me da entrevista que toda gente fala e ainda não tinha visto. vim aqui parar, porque muitos te citaram para resumir uma opinião generalizada, nomeadamente no facebook.

    defacto concordo com tudo, subscrevo e aplaudo
    Pegando no tema da conversa domingueira que transcrevi acima – a alegada traição –
    …esta fulana (chamar-lhe senhora é excessivo, jornalista abusivo…enfim) deve estar a ter uma tipica reacção por transferência, de ressabiada vai de tratar o miúdo (com as devidas adaptações) como talvez quisesse tratar o ex mas não os teve no sítio para o fazer (a ser verdade e mesmo sendo o Seara até compreendi a atitude depois de ver este vómito pseudo-jornalistico)

    afinal o (alegado) acessório de testa é caro/custoso, mas foi de graça, e é assim que tem de ser. Nada de gastar dinheiro que ele serve é para encher colchões! (suspiro) viva a hipocrisia em todo o seu esplendor!

    Parabéns, e obrigada pela crónica!

    *Margarida RF

  43. Também me senti envergonhada, principalmente quando ela assumiu que "qualquer pessoa, de qualquer idade, sexo…olha para você e vê a imagem de uma pessoa fútil". E foi muito além do sensato e da boa educação ao referir-se ao relógio e ao colar. Enfim, não percebi onde queria chegar , mas admirei imenso a forma como o rapaz respondeu. Muito educado: a chamada "bofetada de luva branca", muito mais evidente na forma como se referiu à entrevista no seu facebook.
    Muito bom este teu texto arrumadinho!

  44. Fogo, ainda bem q o rapaz ñ teve q a aturar a noite toda!!! Coitado, ele foi bombardeado de todos os lados, observações que ñ tinham nada a ver, desde as insinuações que os familiares tinham sido assassinados (quem sabe por causa do dinheiro!!!) até ao preço do relógio e da cruz! Eu até acho q ele se defendeu muito bem e como pôde, pq estava sempre a ser interrompido… Mas ele lá tem obrigação de ajudar TODOS os q lhe pedem? Se calhar há mt gente a tentar aproveitar-se da boa-vontade dele! Ele nem sequer é português e já deve ter feito mais pela nossa economia num ano q vive cá do q mts empresários q viveram cá td a vida e só sabem amealhar e explorar os seus funcionários… É triste entrevistas assim… Um abraço!

  45. Ñ vi a entrevista, pq simplesmente ñ vejo a TVI (a ñ ser algum filme do meu interesse…). Já li na net q a Judite de Sousa pediu desculpa pela forma como conduziu a entrevista, mas de facto começar a peça com informações erradas já é mt mau! Já tinha ouvido falar do rapaz e até vi-o ser entrevistado na semana passada (se ñ estou em erro) no programa Boa Tarde, na Sic, pela Conceição Lino. E tb fiquei com a ideia de q há mt gente a tentar culpar o rapaz só pq ele gasta dinheiro, uma vez q o tem, e há mt gente a passar dificuldades… Mas, que eu saiba, ele ñ roubou nada a ninguém, até começou a trabalhar mt cedo e expandiu o seu negócio das lojas de videojogos (é pq trabalhou pra isso) e vai gastando o q tem conforme lhe dá gosto. Mas afinal, ñ é isso q tanta gente faz?! Ou gasta mais ou menos, consoante as possibilidades… Ele até é uma pessoa humilde e grata por viver em Portugal, por ter uma família q o apoia e por ter dinheiro para o q quer. Há pessoas com menos q ele cheios de vaidade e até se calhar fazem bem menos em prol dos outros do q o próprio Lorenzo… Nem tds temos a sorte (ou azar) de nascermos milionários, mas tb ñ temos q crucificar quem o é! Ele ñ tem culpa NENHUMA de haver pessoas sem dinheiro… até ele vai ajudando quem pode, se fosse outro nem se preocupava… Enfim… mais logo vou ver a entrevista através do vídeo q deixaste aqui. Abraço!

  46. Só para que como consequência da ignorância da Judite Sousa, que é conhecida simpatizante do PSD, não prevaleçam mais desinformações, o comunismo como ideal não é o amor à pobreza ou a defesa dos pobres contra os ricos, mas sim o gerar-se uma sociedade com superprodução e criação de riqueza, em que o trabalhador (seja o gestor da empresa, seja o varredor de escritórios) seja devidamente valorizado, e que haja uma distribuição dessa riqueza que é produto do trabalho conjunto. O que a Judite fez é o que acontece quando alguém que tem muito mais que os 90%, assume uma postura de inveja para com alguém que nasceu em maior opulência que ela e tem um comportamento pior o mediano cidadão da classe baixa ou média. O que esta senhora, friso de ideias de direita, fez nada tem a ver com ideologia comunista. Até porque, como demonstra o texto da arrumadinho, ela lá criticar critica, mas dar o exemplo não dá.

  47. Isso é tudo muito bonito e concordo totalmente com o que foi dito, mas o que é que o tal Lorenzo foi para lá fazer? pelo visto queria tb um bocadinho de exposição mediática. Tão triste é ela com aquela pseudo-entrevista como ele em ter ido para o telejornal falar da própria vida. Se isto deu o zum zum que deu foi porque ele tb foi para a televisão dar entrevistas. Não façam dele um coitadinho. Ele só foi notícia porque permitiu e pelo visto tb quis.

  48. Concordo completamente!!
    Não vejo a Judite a inquirir, outros igualmente ricos e milionários da mesma forma que inquiriu o Lorenzo, e, muitos desses são ricos, não por herança familiar, mas por dinheiro ganho de forma menos lícita. Não vejo a Judite entrevistar, os jogadores de futebol e responsabilizá-los pela crise.
    Esta ideia de os Jornalistas darem opiniões, enquanto conduzem as entrevistas, choca-me!
    Estou cansada de falsos Moralistas!

  49. Gostei muito do seu post 🙂
    A Judite realmente esteve mal. Muito mal. Nunca fui grande admiradora dela, mas acho que se fosse, continuaria ser. No entanto, iria sempre dizer que tinha estado mal. Porque isso é um facto.
    Cumprimentos 🙂

  50. Por aqui, Maria? 🙂
    Sim, é verdade que começa cada vez a haver mais perseguição às pessoas ricas e mesmo àquelas que ganham bem, pronto. E as que ganham bem têm inveja das que ganham melhor e por aí fora… Parece que as pessoas não se importam de ganhar pouco ou serem pobres, desde que os outros também sejam pobres e também ganhem pouco. Nota-se cada vez mais inveja nesse aspecto social. A ideia parece que é acabar com a riqueza e não com a pobreza.
    Abomino o dinheiro obtido por meios ilícitos ou imorais. Mas não critico quem ganha bem ou quem herdou (ou vai herdar) porque essas pessoas não têm culpa de outros ganharem mal. Não criticaria a Judite por ganhar bem. Se lhe pagam, ela não vai dizer "Ah, não quero, paguem-me menos!"… Mas a partir do momento em que ela AINDA MAIS NO ÂMBITO DA SUA ACTIVIDADE PROFISSIONAL, ataca alguém por ter dinheiro, acaba por se "pôr a jeito" e dar azo a que a ataquem também a ela…

  51. Vi um bocado da entrevista no youtube, mas nem cheguei ao fim porque achei aquilo demasiado degradante e ridiculo. Esta senhora tem a cabecinha bem podre…tadita…

  52. Pois.. coitadinho.. ah e tal tem negócios…. Investiguem primeiro que negócios são… se as tais empresas não têm funcionários com salários em atraso… se as tais empresas não devem nada às Finanças e Seg. Social…

  53. Afinal, já está aqui num comentário pare do ressabiamento da tia Judite – o Seara colocou-lhe um "11" com uma mais nova.

    O peso das hastes provoca dores de cabeça e daí a má entrevista!

    No entanto, a tia Judite estava super fixada no corpinho do Lorenzo… Aquele desdém mais não queria dizer que "Lorenzo faz-me um filho!".

  54. O "arrumadinho" está a esquecer-se de uma coisa muito importante… o Português É um povo invejoso e já não é de agora, a Judite foi apenas o "espelho" dessa gente. Repare-se na guerra público/privado por exemplo…

  55. Não foi um julgamento público, foi um julgamento da Judite de Sousa. Uma Judite de Sousa ridícula, claramente com o pensamento fora dali, a fazer muito contrariada uma entrevista absurda e que teve a sorte daquele rapaz – cuja vida interessa às revistas cor-de-rosa mas não devia interessar ao telejornal da TVI – ser realmente bem educado.
    Concordo contigo em alguns pontos, mas não posso concordar que esta lastimável prestação da Judite de Sousa seja interpretada como mais um sintoma da perseguição aos ricos ou aos que estão bem na vida. Como respondeu muito bem o Lorenzo, aquela pergunta "não acha que devia usar o seu dinheiro para ajudar o país?" podia ter sido feita aos jogadores de futebol e a muitas mais pessoas, incluindo à própria Judite de Sousa, que não consta que viva mal.
    Aliás, se formos a ver, existe muito mais perseguição aos pobres – dessa perseguição de que estás a falar – do que aos ricos. Parece-me que as pessoas não julgam o facto de quem tem dinheiro o gastar em conforto e luxo, mas sim questionam se a origem desse dinheiro é legítima. É um debate de ética, não de moral, mas isto dava outra discussão.
    Este caso foi um triste episódio de mau jornalismo, ou da ausência dele, e de uma jornalista que não soube lidar com o seu preconceito e que não foi profissional.

  56. A Judite Sousa fez tudo para que este rapaz dê meia-volta e vá para outr lado.

    Depreendo que a Tia Judite passa férias no Parque de Campismo da Costa da Caparica a assar sardinhas.

    Ela pura e simplesmente fez uma condenação pública do rapaz.

    Também ela vivia uma casinha humilde antes de conhecer o quase ex-marido e agora uma super casa. NOJENTA esta entrevista!

  57. A Judite Sousa já revela má educação quando começa as frases a tratar um entrevistado por "Você"… Depois quem é a Judite Sousa?

    Uma desconhecida até há uns anos atrás que por via de um casamento com influência política chegou longe e passou a ganhar com os impostos de todos nós – RTP – mais de 20.000 € por mês.

    Agora que se apanha servida e depois do Tio Seara que tem ar de boa pessoa ter aparado os golpes a esta arrogante, deu-lhe um excelso pontapé no rabiosque e daqui a uns tempos aparece com outro com mais posição e dinheiro.

    Nunca entendi o fenónemo Judite Sousa e Fátima Campos Ferreira que fedem a novo-riquismo bem parolo.

    É pena o Lorenzo não lhe dar uma "quéqué" bem dada para ver se também estava com tanta mania.

    Triste televisão a nossa!

  58. A pergunta que me paira na mente é: qual a intenção da D. Judite? Por que motivo convidou alguém para ser enxovalhado? Note-se que quem ficou mal "na pintura" foi a D. Judite, sem quaisquer dúvidas.
    Não deixa de ter graça alguém que usa e abusa da imagem (muitas vezes extravagante para pivot de notícias) falar em "futilidades"…
    O miúdo é podre de rico e pode!!! Terá sido isso que incomodou a D. Judite??? Ridículo!!!
    Só me pergunto, mas antes cito o ponto nove do código deontológico do jornalista:
    "O jornalista deve respeitar a privacidade dos cidadãos excepto quando estiver em causa o interesse público ou a conduta do indivíduo contradiga, manifestamente, valores e princípios que publicamente defende. O jornalista obriga-se, antes de recolher declarações e imagens, a atender às condições de serenidade, liberdade e responsabilidade das pessoas envolvidas."
    ONDE RAIO ESTÁ O INTERESSE PÚBLICO DESTA ENTREVISTA?!
    Para não falar que um outro ponto que refere o "combate ao sensacionalismo"…
    Considerar que naquele espaço, altamente sensacionalista e tendencioso, é praticado bom jornalismo é insultar os bons jornalistas que trabalham neste mundo.
    Haja paciência!!!
    Um abraço solidário para quem se revê neste "triste episódio"…

  59. Já comentei a entrevista num outro espaço. Está tornar-se viral.É bom que os jornalistas saibam de uma vez por todas que não estão acima dos outros, nem se podem permitir dizer tantas baboseiras, para não lhe chamar outra coisa.

  60. Pois ele explicou tudo….ela tentou mostrar a sua futilidade por ser rico e não pagar as contas do País???? O Pecado da diferença ali em praça publica ..apenas, porque ele é rico e vive a sua vida como gosta .Que péssimo ????E a Judite porque consegui-o uma coisa ..primar pela diferença ..boa? má? Você decide!

  61. Calouste Gulbenkian
    tem uma historia parecida; nesse tempo houve quem fosse inteligente e soubesse cuidar dele em Portugal; porque nao aprender com o passado e mudar o presente!!!

  62. o epílogo da coisa deve seguir-se logo mais no comentário do rebelo sousa: "ò judite dias maus acontecem a qualquer um" ahahahah, já estou a imaginar!

  63. Arrumadinho no meio de tanta tristeza permita-me brincar…. O senhor +e mesmo arrumadinho, no bom senso, nas palavras, nas idéias, no conteudo, na clareza, enfim aquilo que qualquer Judite de Sousa poderia ter sido, mas não foi capaz. Ela própria numa entrevista que deu à Caras `ha algum tempo referiu que tinha um problema de inteligência emocional.
    Bom !… mas abandonando o tema do fim de semana, o que eu quero é mesmo felicitá-lo por este exposto.

  64. ficou claro, para quem não sabia, porque esta senhora tem sido criticada pelos colegas. Não tem a qualidade que apregoa, a condução da entrevista semanal ao Marcelo R Sousa é prova disso. Constantes atropelos, olhares "gulosos", necessidade de afirmação pessoal, enfim… um "grãozinho de bico" feioso a querer ser gente,

  65. Estou à espera dos comentários do Prof. Marcelo à "entrevista" patética da Judite. O miúdo tem dinheiro, e daí?! Desde que não o tenha roubado (como os amigos da Judite do BPP e do BPN roubaram aos contribuintes portugueses) pode gastá-lo bem ou mal, ou como lhe der na real gana! Quem é a Judite de Sousa para se pôr em bicos dos pés e julgar seja quem for pela conta bancária, pelas tatuagens, pelas festas que dá, pelos pontapés na gramática, pelas caridades que faz ou deixa de fazer? Será o miúdo culpado da crise económica portuguesa? Terá o miúdo de se armar em pobrezinho para não ofender as Judites de Portugal ?! Não terá a TVI temas mais importantes ou interessantes para brindar o seu público nos seus horários nobres? Qual terá sido, efectivamente, o objectivo deste confrangedor interrogatório? Amanhã já ninguém se lembrará do atrasadinho mental(como tantos outros tontinhos endinheirados por este mundo fora), mas será difícil de esquecer a triste figura da entrevistadora que, afinal, mais não revela que a própria natureza cínica e mesquinha da Dra. Judite…

  66. Já tinha ficado com uma péssima imagem da JS quando entrevistou o Reynaldo Gianecchini. À dada altura o homem já nem sabia o que responder tal a parvoeira das questões e dos elogios. Nesta em particular ela conseguiu a proeza de ser ainda mais detestável. A começar pela peça inicial, tudo correu mal.
    Também, não compreendo a escolha do entrevistado. É rico e daí? É só ele? Mas afinal que mais valia pretendiam com esta entrevista?
    Pergunto-me também se fosse o Cristiano Ronaldo será que também lhe perguntaria se tinha noção das extravagancias dele?
    Aqui está um belo tema para falares nas "conversas" 🙂

  67. Esta entrevista foi das mais piadéticas que já vi!!!!! Horrível a postura,horrível as perguntas, horrível as interrupções, foi de uma falta de profissionalismo incrível…..bem podemos dizer que foi ao nível do que a tvi já nos tinha habituado anteriormente. A Pomba GIRA deve andar por ai a trocar as almas de pobres jornalistas, foi o que aqui aconteceu, acho que de repente a Manuela Moura Guedes baixou no corpo da Judite Sousa. Relativamente ao anónimo que perguntou que se alguém já se tinha perguntado porque o lourenzo teria sido entrevistado,pergunta digna de Judite de Sousa, tenho a dizer o seguinte todos nós no nosso emprego já tivemos de engolir pessoas que não gostávamos, nem por isso os empregados do cafe, ou do talho ou do supermercado nos correram com um enxovalhamento (que pa mim sinceramente aquilo nem mau jornalismo é)…….Portanto minha querida Judite de Sousa, ou Conceição Lino ou seja quem for que trate os seus convidados assim…..Se não aguentam façam-nos um favor vão embora…..a gente agradece.

  68. Esta cena que criticas de maneira tão aparvalhada … foi um simples negocio, se calhar mal ensaiado, mas provavelmente com dinheiro na mão e na hora … a tvi é uma empresa que precisa de chegar ao final do mês e pagar aos seus funcionários , mesmo aos que ganham quase 30 mil euros mês… como é possivel darem valor a uma entrevista destas … o rapaz pagou para ser noticia no dia de anos e agora pagou para ser novamente noticia … vês agora já o conheces, se calhar também estará disponivel para te pagar para meteres aqui uma foto dele … ou na mesinha de cabeceira … um xiu

  69. Toda a entrevista é tao baixo nível .. mas a parte em que a Judite, começa a olhar para os acessórios que ele tem, e atribuir valor e a julgar o rapaz por isso.. é mesmo o degredo.

  70. Teresa Arsénio A tia Eunice Maya e o Nuno Graciano têm de convidar o Lorenzo para ir ao Despertar CM. Para que lhe seja feita uma entrevista despida de preconceitos e em que ele possa responder às questões sem ser constantemente interrompido.
    Toda a gente tem direito a ter uma opinião, mas ninguém tem direito a julgar como se fosse o dono da verdade.O dinheiro é dele, gasta-o como quer e não tem que se justificar a ninguém. Gostava é que mais "Lorenzo's" escolhecem Portugal para viver e investir.
    Ainda sobre esta entrevista vi agora o texto d' O Arrumadinho (http://oarrumadinho.sapo.pt/2013/08/lorenzo-e-judite.html), com o qual concordo plenamente. Com toda esta polémica o Lorenzo aumentou substancialmente a sua legião de fãs e tornou-se muito mais conhecido, ao contrário da jornalista Judite de Sousa, que se transformou no mais recente "ódio de estimação" de uns quantos portugueses (https://www.facebook.com/juditepededesculpaaolorenzo).
    Bjs tia

  71. Oh Meu Deus! Chocada com esta entrevista, passei o dia todo a ver post's sobre isto, mas não tinha ido ver a entrevista. Vi a entrevista dele há dias na SIC de tarde, e foi FABULOSA. Agora sinceramente, isto só podia ter se passado na TVI, que sinceramente é um canal que não vejo de TODO,e depois disto muito menos irei ver. Este Miúdo se tivesse realmente para 'lá' virado e tivesse argumentado com ela, Uiii Coitadinha…. Mas ele se repararem em algumas respostas de forma subtil e humilde tentou fazê-lo. Enfim, e a postura dela era de raiva sei lá, de nojo. nem sei mais como classificar isto. Uma pessoa que é Jornalista, e supostamente estudou Português e em Portugal, deveria saber que tratar alguém por Você em Portugal é ofensivo, e fê-lo com esse propósito, segundo percebi pela ênfase dela . RIDICULA. Excelente Post Arrumadinho.

  72. Verdade!
    A União Europeia preocupou-se com a entrada de dinheiro de fundos europeus, mas esqueceu-se da dívida.E o Parlamento Europeu, onde há tantos eurodeputados, não se ouve nada. Nem uma solução deram atempadamente, e agora não se ouve uma posição clara em relação ao futuro. Foi só aprovar fundos sem medidas rigorosas. De quem é a responsabilidade da dívida ser arrancada à força.

  73. Pelo que me apercebo, em conversa com colegas, é que há quem concorde com a postura da senhora, isto porque acham ultrajante que alguém ostente daquela maneira o dinheiro que tem quando há tanta gente cheia de dificuldades e a passar fome. O que está errado, para quem tem essa posição é, não só a TVI, por tornar aquela inquisição num momento de informação de telejornal, mas também o próprio puto, pois fez com que toda a gente soubesse o que ele faz. Isto é, há imensa gente rica, desde jogadores até banqueiros, como foram por si referidos, que estoiram tanto ou mais em extravagâncias… mas não as publicitam. O moço tem é a ingenuidade(?), estupidez(?) de chamar os media para a sua festa e fazer-se notar, a ele e aos seus gastos.
    Eu sei que ninguém tem que esconder o que ganha/gasta, mas dado o contexto atual… Tem sentido publicitar? Qual o objetivo? O que se ganha em chamar a comunicação social e mostrar a Portugal o quão rico sou e quais as excentricidades passiveis de eu realizar?

    Quanto ao momento televisivo em si, que não consigo chamar de entrevista, achei de uma falta de respeito, de ética e de noção absurdas.
    Gostei muito do seu texto.
    Cumprimentos

    Ana

  74. Como espectadora da TVI acho lamentável o que assisti! O puto deve estar a rir-se disto tudo mas que foi triste foi! Enfim…

  75. Concordo a 100%

    Estava a achar estranho ninguem na blogosfera comentar aquela deprimente "entrevista"…
    Eu fiquei completamente revoltada com a forma de como essa senhora falava com o míudo… foi vergonhoso!

    Ela tb deve ganhar muito mais que a maioria dos portugueses e de certeza que sempre que usa dinheiro nao pensa nos que ganham menos que ela… nem ninguem lhe diz que tem a obrigação de ajudar outros por isso!
    Enfim…

    Eu ja tinha achado o mesmo ao ver nessa semana a entrevista de Conceição Lino…
    Mas ao menos era um programa da tarde… e não foi tão arrogante e preconceituosa como a Judite!

    Foi vergonhoso

  76. Eu fiquei com a sensação que esta entrevista foi encomendada e que a Jornalista Judite se sentiu obrigada a fazê-la. coincidência ou não a Conceição Lino teve uma postura semelhante há uns dias atras…
    Vale a pena pensar nisto, não te parece!?

  77. por eu correr de loja em loja da zara nos saldos à procura dos melhores preços tenho que ficar chocada por quem pode gastar o dinheiro sem preocupação?! que merda de mentalidade é esta????

  78. Boa noite, amanhã a enfadada jornalista, já se vai derreter todinha para o Dr. ,Marcelo que esse assegura o o dinheiro que a.TVi para o chinelo……..

  79. tenho vergonha desta entrevista e começou a ter vergonha de ser portuguesa. a judite falou tanto no choque do estilo de vida que o rapaz levava provocava nos portugueses mas sinceramente a mim não me chocou. se o rapaz pode não tem mal nenhum em levar este estilo de vida. e ninguém tem nada com isso!!!! uma vergonha, judite.

  80. Vou dar um desconto à Judite porque provavelmente estava embriagada! Deve ter afogado as mágoas na bebida por causa do "11" que o Seara lhe meteu com uma mais nova!

    Vera

  81. Não vi a entrevista Estou com curiosidade Mas a considerar pelas críticas à mesma, acredito que a entrevistadora se tenha excedido. Como aliás vem sendo seu hábito Desde há tempos que até deixei de ver as entrevistas de MARCELO, que gostava particularmente, porque à semelhança de outros pseudo-entrevistadores só deixam falar as pessoas se disserem o que lhes convém ou são vencidos pela capacidade intelectual dos entrevistados Já agora rogo-me no direito de lhe perguntar, porque não entrevista o marido? Ele candidato a uma das mais importantes CAMARAS. Gostava a apreciar a sua imparcialidade Vou ver a entrevista!!!

  82. Um grande resumo de toda esta polémica. O ridículo dos ridículos é o facto da Judite ser uma privilegiada e, pelos vistos, não ter noção disso.

    A subserviência em relação à classe política e aos banqueiros é bem evidente nas entrevistas… aproveitou e vingou-se no miúdo – que, mesmo sem grandes estudos, foi de uma educação extrema.

  83. Quem tem culpa deste jornalismo Sao os canais de televisao,porque c/ est a entrevista a sra. era chamada atencao, pois a sra nao presta como jornalista nem como colega.EU gosto de vero jornal das 8 mas nao apresentada por est a sra. Pessoas como est as e que dao cabo do nosso pais nao deixam as pessoas c/ ma is posses investirem no nosso pais.ISto foi vergonhoso.Parabens Lorenzo e que Deus te abencoe

  84. Achei particularmente peculiar a Srª Judite de Sousa "traçar" o perfil do jovem, não sabia que ela, para além de ser má jornalista, também era uma péssima psicóloga.

    Eu se tivesse o dinheiro que ele tem há disposição, também faria muitas extravagâncias. É apenas um jovem que pode dar-se ao luxo de fazer o que bem lhe apetece!!!

  85. Os ricos têm de fugir de Portugal, já! Neste momento é crime ser rico neste país! Querem ver que o rapaz tem a obrigação de dividir a fortuna com todos os desempregados e pobres deste país! VERGONHA ESTA JORNALISTA! E logo ela que anda sempre às compras nas lojas mais caras de Lisboa. Ela sim é que se tem tornado numa fútil vaidosa!

  86. Sublinho tudo o que escreveu. Parabéns pelo seu artigo. Senti-me envergonhado pelo julgamento publico que o Lorenzo foi sujeito ontem, de um "crime" que não cometeu. São os jornaleiros que temos…

  87. Já se perguntou "Porque é que entrevistaram o Lorenzo?" Se souber a resposta à pergunta, entenderá a razão porque é que a Judite fez o que fez. O dinheiro não devia comprar tudo.

  88. Essa descompostura foi o melhor que eu vi em televisão. Agora, deve haver qualquer coisa por detrás desta entrevista e a postura tanto da Judite de Sousa como da Conceção Lino que até é amorosa, devem ter servido de pau mandado.

  89. TU E A TUA MULHER DE CERTA FORMA TANBÉM SÃO MUITAS VEZES VÍTIMAS DESTE TIPO DE MENTALIDADE, É UMA TRISTEZA E NÃO FAZ ANDAR O PAÍS! DESCULPA ESCREVER EM MAIUSCULAS! CUMPS, CESAR G.

  90. Inacreditável…Este jovem foi entrevistado como se fosse um criminoso, um ladrão… A TVI devia pedir desculpas publicamente por ter enxovalhado desta maneira em frente de milhares de espectadores uma pessoa que à priori não cometeu qualquer crime e gasta o seu dinheiro, onde, com quem quiser e como ele quiser…

  91. Não podia estar mais de acordo! Subscrevo tudo o que dizes. Acrescento só que a Judite foi a mesma que se mudou da RTP1 para a TVI para arrecadar todos os meses mais uns bons "milhares de euros". E que tal fazerem-lhe uma entrevista também? É que ganha 27 mil balas todos os meses e qual é a responsabilidade social que ela exerce!?

  92. Eu estava a ver a 'entrevista' em directo e tive de mudar de canal; por um lado, a mania irritante de interromper TODAS as respostas do entrevistado às perguntas que colocou, por outro, a vergonha alheia de ver uma jornalista com o (suposto) nível dela a comportar-se daquela maneira.

    Quis falar em nome dos portugueses, quis tomar as dores dos pobrezinhos, que, coitadinhos, num país em crise, ficam "chocados" por ver milionários a esbanjar dinheiro. Sempre existiram, e sempre vão existir, ricos e pobres. Não é por eu ser pobre que tenho o direito ou a moral para exigir que os ricos não gastem o seu dinheiro – aliás, é precisamente por gastarmos muito menos que o país está na situação que está -, desde que não mo estejam a tirar do bolso. Não é por culpa do Lorenzo e de pessoas como ele que há crise, nem são eles que a vão resolver.

    Numa nota positiva, fiquei agradavelmente surpreendida com a reacção em massa dos portugueses a esta entrevista; acho que mostra que a "perseguição que se instalou aos ricos", como diz, não está assim tão em voga fora dos meios que comunicação. As pessoas sabem pensar por si.

  93. Subscrevo na integra o que escreveu Arrumadinho. Acho até que o rapaz foi "demasiado" educado para a tacanhez e falta de educação da pseudo jornalista.

  94. Subscrevo cada palavra. A propósito lembrei-me de uma descompotura que o Dr. Marinho Pinto deu à "Manela" Moura Guedes em direto à uns anos. A Judite andava a precisar de um tratamento do género pra ver se acalma "os nervos" (ou a inveja, vá….)
    É que até com as tatuagens embirrou, por amor da Santa!

  95. Boa noite Ricardo,
    Adorei o seu comentário sobre a entrevista. Não podia estar melhor e concordo plenamente consigo, os meus parabéns.
    Inês Coelho

  96. Concordo com o que o Arrumadinho escreveu.Aquilo que assistimos não foi uma entrevista foi uma tentativa de linchamento público por parte da Judite de Sousa.Uma vergonha para a estação de televisão.Adorei o seu texto mais uma vez.Muitos parabéns.

  97. Muito bem Arrumadinho! foi uma vergonha, coitado do rapaz e q vergonha para todos nós! O Lorenzo esteve muito bem! Espero que ele esqueça bem depressa esta aberração de entrevista e que continue em Portugal. Burra do caraças. 🙁

  98. Concordo com tudo o que disse e acrescento que a apresentadora do programa da tarde da SIC, Conceição lino, tambem durante esta semana fez uma entrevista ao rapaz, exactamente nos mesmos contextos, sem educação nenhuma e interesse! Aparentemente esta na moda… Nao percebo e como e que ele se sujeita a estas entrevistas

  99. Juro que esta entrevista me envergonha…mas alguém tem alguma coisa a ver com o destino q o rapaz dá ao dinheiro? e uma jornalista descer a um nível tão baixo c aquelas perguntas e o "você"… vergonhoso.. Lorenzo estiveste muito bem 100 a 0 à Judite!

  100. Concordo com tudo!
    Comecei a ver a entrevista, com alguma curiosidade, mas mudei de canal a meio porque as perguntas/julgamento me estavam a irritar.
    É uma pena que a Judite de Sousa se tenha esquecido da imparcialidade jornalística. E que pense que pode julgar alguém. Seria bonito vê-la falar das pessoas que ajud com o seu salário muito acima da média, mas seria pelo menos bom que fizesse por mercê-lo.

  101. Dos melhores comentários que li em relação a este tema! O que vi foi mau jornalismo, que em nada honrou aquela classe. Mas já vem sendo hábito desta estação televisiva praticar mau jornalismo.

  102. Concordo e subescrevo plenamente o que descreveu. Foi vergonhosa a entrevista. Já não simpatizava em nada com esta senhora, e agora muito menos. Uma vergonha para a TVI. Eu sei quem merecia um tau-tau…

  103. O melhor comentário dos últimos tempos. Como pessoa que paga menos de 30 euros por um par de sapatos não fiquei chocada pelos gastos do Lorenzo, pelo contrario, se tivesse a sua fortuna também a gastaria como bem entendesse e da maneira que mais prazer me desse. Parabens pelo seu comentário muito bem escrito

  104. Isto não é uma entrevista, mas sim um interrogatório e ataque pessoal. As questões acerca das tatuagens, se os familiares foram assassinados, o estar acompanhado de seguranças, é tudo tão tonto e tão ridículo que ou a Judite nao tomou a medicação ou tem que a alterar rapidamente! E a humildade neste caso do Lourenço é de louvar pois eu no lugar dele sinceramente teria mandado em directo a "jornalista" para algum sítio menos apropriado.

    PL

  105. eu so gostava que ele na sua "ignorancia" tivesse perguntado se a Sra. Judite ajuda de alguma forma quem mais precisa. porque todos sabemos que ela também tem um ordenado muito acima da média nacional.

  106. Eu fiquei envergonhada com a atitude da jornalista… Fiquei a pensar que o rapaz que anda a gastar os seus milhares de euros cá deve ter ficado com a ideia que somos todos uns ressabiados e invejosos… Incomoda-me muito mais que haja jornalistas que trabalharam anos numa estação pública (com dinheiro de contribuintes) com ordenados milionários…

  107. Concordo com o que dizes.

    Não lhe compete emitir juízos de valor. Faz algum sentido começar uma pergunta dizendo: "Porque é que não ajuda…?" Afinal o rapaz até ajuda os outros! E ela, ajuda alguém?!?!

    E a entrevista ao Reynaldo Gianecchini. Outra vergonha!!!

  108. Concordo!a maneira como a JS conduziu a entrevista foi lamentável!!Faz-m lembrar a letra dos Da Weasel:"toda a gente critica o telemóvel do vizinho, mas no fundo toda a gente queria ter um igualzinho/toda a gente grita:todos diferentes,todos iguais!/mas secalhar ha uns qtos bacanos a mais/toda a gente quer ser solidaria,mas na hora da verdade toa a gente desaparece da área….mas a tacanhez essa há-de ser eterna…"
    Os comportamentos de "Velho do Restelo" nao sao próprios do secXXI, com a mesquinhez,escárnio e maldizer!! Nao olhemos só para o nosso umbigo!!
    Esta Sra. fez sentir-me envergonhada por ser portuguesa!!
    Shame on you, JS!!!Shame on you….

  109. Caramba, que esta entrevista tirou-me do sério. Não podia crer no que estava a ouvir. Sim, assisti ontem ao vivo e a cores.

    E não podia concordar mais naquela parte do:
    "Fico muito contente por o Lorenzo ter escolhido Portugal para viver. Podia estar a gastar os milhões dele em qualquer País do mundo, mas não, está aqui, a alimentar a nossa economia, as nossas lojas, restaurantes, empresas de todo o género. Parece que é por cá que tem negócios, que dá emprego a várias pessoas, e que ajuda muitas outras".

    Assustadora esta perseguição às pessoas ricas, não falo de quem tem um ordenado razoável, uma casa razoável, falo de gente muito rica mesmo. Gente que não roubou ninguém, herdou, ou algo do género.

  110. Aquilo não foi uma entrevista, foi um interrogatório. Nós cá em casa nem queríamos acreditar e surpreendentemente até ganhámos alguma "simpatia" pelo rapaz que não conhecíamos de lado nenhum. *Rita

  111. Arrumadinho se eu já te admirava agora ainda te admiro mais porque é exactamente isso tudo que escreveste que é pertinente e correcto! Caramba, em vez de atrairmos ricos ao país ainda lhes fazemos inquéritos policiais! Mas o que era aquilo?? E disseste bem, para ele gastar 300 mil numa festa é quase como gastar aí uns 30 euros num restaurante para o comum dos mortais, porque o que ele ganha é bem diferente do que nós ganhamos. Mas isso não pode justificar tanta inveja da parte da jornalista e hipocrisia! A inveja eu até consigo entender agora a hipocrisia da senhora…. que péssima entrevista! Eu senti vergonha alheia, e só espero é que ele não saia do país. Enfim… boa análise Arrumadinho!

  112. Por isso é que eu gosto tanto de o ler. Faço minhas as suas palavras e concordo a 100%. Aliás,até acho que a Judite tão preocupada com a crise no País,com aqueles que podem achar uma afronta o dinheiro que o Lorenzo gasta,devia fazer uma venda de garagem e reverter as receitas a uma instituição de solidariedade. Tenho a certeza que as receitas dos sapatos e das malas seriam uma bela ajuda.Falsos moralistas. Metem nojo!

  113. Uma desilusão .
    Esta senhora desiludiu-me imenso.
    Concordo com a tua opinião.
    Quanto ao rapaz, sinceramente espero que continue a ganhar milhões e que os invista no nosso país por muitos e longos anos, e que continue a ajudar quem realmente não pode. Nesta "entrevista-julgamento" só mostrou ser um ser humano sincero. Quanto à Judite, alguns olhares e certas expressões mostram a inveja que há nela, o que realmente é muito muito triste!

    Ana
    http://um-dia-talvez-quem-sabe.blogspot.pt/

  114. "Foram assassinados??" Mas nem respeito pela familia esta mulher tem?
    Eu só vejo uma pessoa futil na TV. E não é do sexo masculino. Ele tem coisas caras? A senhora tem algodão no cérebro. Ao menos a TVI já fez um pedido de desculpa???
    É que o rapaz até pode ser um bocado futil, mas priveligidados há sempre. Obrigado por estares em Portugal.E por ajudares no que podes 🙂

  115. Sinceramente, pareceu-me que ela estava bebeda ou drunfada ou ambas… Já viram a forma como ela falou e o ar de enfado? E que raio de postura era aquela? A falar com ele de lado com ar de quem estava ali obrigada… É que esteve tudo mal!

  116. A Judite fez um papel ridículo ontem e tive muita pena que o Lorezo não tenha relembrado aquela sra que ele não era PM nem tinha qualquer cargo politico.
    Enfim… foi triste… muito triste…
    Só uma coisa se justifica a agressividade da sra, falta de sexo, de bom sexo!!

  117. Tal é qual. E quem me diz que é o dinheiro que salva a crise, numa perspectiva social, claro, está muito engado. Todos podemos fazer a diferença. O comunismo traz guerras e estagnação. Vamos todos tentar ser como o Lourenzo. A mim só me causa estagnação a burrice da apresentadora, vergonha de jornalismo Português.

  118. Para mim, esta senhora nem merece o título de jornalista (e nem goza da referida superioridade intelectual). Não sabe conduzir entrevistas nem debates, farta-se de interromper quando os seus convidados não dizem o que lhe convém, faz perguntas às quais não deixa responder além de que passa metade do tempo a dar a sua opinião e a emitir juízos de valor. Não faço ideia por que raio ela tem as costas quentes na TVI, mas por mim já se devia ter metido na alheta há muito.

  119. O grande e principal problema desta "entrevista" e que nunca deveria ter acontecido e muito menos durante um telejornal, que e supostamente para dar noticias ao pais! Isto de informacao nao tem nada, ate desinforma! Mas sao estes os nossos profissionais… e infelizmente temos de levar com isto!

DEIXE UMA RESPOSTA