Man in black

18
1267

Não sou propriamente um especialista em moda, mas também não me considero totalmente desinformado. Gosto de conhecer as principais tendências, compro revistas que falam sobre moda masculina, e acho mesmo que com o tempo tenho conseguido compreender bastante melhor o fenómeno (muito por influência da minha mulher, que me introduziu neste mundo, da mesma forma que eu a introduzi no da corrida, por exemplo).

O problema é que tenho em casa uma mulher que é uma entendida na matéria, mas que tem um problema: acha que não existe moda nem tendências masculinas, e que os homens se devem vestir todos da forma mais simples, básica e discreta possível. Por ela, os homens usavam calças de ganga, ténis e T-shirt no verão, calças de ganga, camisa, sapatos ou ténis e um casaco/blusão/parka no inverno, com uma camisola por cima se estiver mais frio. Ao que foge muito disto ela torce o nariz. tb4.jpg

Lembro-me de há dois anos termos tido uma discussão sobre calções. Os calções eram a grande tendência, as lojas estavam cheias de calções masculinos, sobretudo de ganga, e ela insistia na ideia de que calções são coisas de criança, e que os homens não usam calções, só os putos. Se há coisa que quem segue a moda deve saber é que não há verdades universais e válidas para sempre: hoje não se usa, hoje é ridículo, amanhã é tendência e toda a gente usa. Foi assim com os calções. Hoje, é quase impensável não vermos centenas, milhares de homens de calções no verão, entre eles eu. Venci-a nisto.

Mas há mais dramas destes. Um deles tem a ver com a roupa preta.

Ontem, vesti umas calças pretas, uma camisa branca com gravata preta fina, uns ténis todos pretos e um casaco preto impermeável. Quando ia a sair de casa, lá veio a pergunta:

— O que é que tens vestido?

Olhei para mim de cima abaixo, a ver se havia ali alguma coisa grave, mas não me pareceu.

— O que é que foi?
— Vais vestido todo de preto, à ciganinho?
— Não estou todo de preto. Tenho uma camisa branca.
— Mas vais de ténis?
— Os ténis são todos pretos.
— E vais todo desportivo e de gravata?
— Não vou todo desportivo. Estas calças são de fato, tenho uma camisa branca e este casaco é formal, mas não me apetece ir de sapatos, por isso levo estes ténis que são todos pretos, nem se nota que são ténis. Qual é o problema?
— Oh, é parolinho.

Virei costas.

Já tivemos umas 20 vezes a discussão do preto integral. Eu gosto de me vestir de preto. Ela odeia vestir-se de preto. Acho o preto uma cor elegante, com classe, e gosto de me ver de preto. Nunca uso preto no Verão, mas no Inverno é uma cor engraçada. O preto integral, nos homens, é muito comum e uma tendência forte nos últimos anos, mas, lá está, isso para ela não interessa nada, porque ela não gosta de preto, e pronto.

Já por várias vezes lhe mostrei peças numa loja e pedi-lhe a opinião. A resposta foi quase sempre:

— Oh, é preto.

Agradeço-lhe muito todos os ensinamentos que já me deu desde que nos conhecemos. Provavelmente, se não fosse ela nunca teria ganho gosto pela moda e nunca teria dado muita atenção ao estilo. Mas agora convém que ela me acompanhe e que esteja atenta às tendências masculinas, para não continuar agarrada às ideias que tem desde 2002.

Por isso, caras leitoras, se querem melhorar os vossos homens, façam o vosso trabalho, mas depois deixem os rapazes ganhar asas. Observem à distância, orientem aqui e ali, mas não se armem em duronas com a mania que sabem tudo, sobretudo se não se informarem decentemente, está bem?

tb5.jpg

TB03.jpg

TB02.jpgTB01.jpg

18 Comentários

  1. Bem dito Ana. Toma e embrulha Arrumadinho. Eu também gosto de mini-saias, saltos altos, alças, tranças e um sem número de coisas muito giras, mas nos outros 😛

  2. bem… na novela há o homem de preto… anda sempre de preto.. até o pijama é preto… e manda pinta e as mulheres deliram com ele….

    i rest my little case

  3. eu adoro preto, uso preto todo o ano e quando vou às compras tenho de me esforçar para não comprar tudo em preto… acho a cor mais elegante que há

  4. 1- Queres ser parolo? Força!
    2- Ténis com gravata resulta, em 97,4% dos casos, em parolice;
    3- Estavas de ténis. Não eram sapatos, não pareciam sapatos. Eram ténis que pareciam ténis.
    4- O casaco era bem mais desportivo do que formal.
    5- Nem todas as tendências são para seguir e nem todas ficam bem a toda a gente.
    6- Da próxima vez que quiseres falar de looks, sê um homenzinho e publica também a foto da tua indumentária, para as tuas leitoras verem que não estavas NADA parecido com os homens das fotos aí de cima.
    7- Vai buscar!

  5. Eu adoro preto e vestir-me de preto, mas admito que nos homens não gosto tanto. Sou mais como a Pipoca, gosto do estilo clássico e pouco mais, mas admito que de vez em quando vejo algumas inovações e até gosto.
    Felizmente o meu namorado gosta de andar sempre com roupa mais clássica e por isso não há discussão cá em casa 😀

    P.S. – Ainda bem que voltaste aos posts mais frequentes. Já tinha saudades!

  6. Lembro-me de, ainda em 2008, me rir à gargalhada com um post da Ana acerca de usares calças de bombazine (o pior dos piores tecidos, para ela e para mim). Já lá vão sete anos – o tempo tem mesmo asas nos pés – e a verdade é que nota-se que estás muito, mas muito melhor no que toca à roupa. Ou seja a Ana conseguiu o que todas nós, mulheres, tentamos fazer a determinada altura: vestir os nossos homens melhor. Ainda assim e por mais que adore preto, o que inclui ver homens de preto integral, tenho que concordar com ela: não me parece que fato e ténis sejam uma boa combinação no masculino. 🙂
    http://www.letirose.com

  7. Por acaso adoro Preto! Mas concordo com a parte que a moda não é o forte dos homens!
    E estou inteiramente de acordo com a sua mulher, não há moda masculina. (atenção ao meu ver claro!)
    http :/ princesamae.blogspot.pt /

  8. Engraçado não esperava que a Ana não ligasse à moda masculina e achasse que na moda masculina não existem tendências.
    Existem tendências e se não são tão marcantes como as da moda feminina devem ser tanto ou mais levadas em consideração na escolha da roupa que se compra.
    Ninguém gosta de ver um homem com um fato de corte de 1990 e com calças que se usavam em 1980. É claro que os básicos, as peças com corte clássico e as peças de qualidade são suficientes para que um homem tenha um estilo polido e irrepreensível, mas isso também é verdade para as mulheres, podemos vestir exclusivamente peças clássicas e vestirmo-nos sempre bem sem aderir a uma única tendência.
    Não estou a ver a roupa que usou, mas pela descrição parece-me que estaria muito bem. E um look integral preto pode realmente fazer lembrar um “ciganito” mas alguns ciganos têm muita pinta, a roupa depende muito mais de quem a veste o que dela própria. Embora aqui a camisa branca fizesse toda a diferença.
    No meu caso é mais o contrário o marido quer pouco saber de tendências, mas eu gosto sempre de lhe apontar as que melhor condizem como estilo dele, embora às vezes tenha alguma resistência em usar algumas acabo sempre por levar a melhor. Muitas vezes acabo mesmo por lhe comprar as peças que assim é certo que as usa.
    Acho muito bem que esteja atento à moda e vá dando dicas que é para os homens que leem o seu blogue se inspirem.

  9. A descrição da tua indumentária é a prova de que não se pode “dar asas” aos homens no que à moda diz respeito. 😉

DEIXE UMA RESPOSTA