Run, Arrumadinho, Run

0
291

Meti-me numa aventura que promete ter tanto de engraçado como de sofrimento.

Dia 12 de Maio vou correr a minha primeira maratona, ou seja, os 42,195 km.

Ainda não posso revelar tudo, mas será uma coisa que envolve uma reportagem e terá um lado forte de solidariedade.

Para já, e porque nunca fiz a distância e não quero fazer má figura, comecei a aumentar a intensidade do meu treino. Hoje de manhã corri 22 km, só para ver como se aguentavam as pernas. E não deram de si. A coisa fez-se sem grandes dramas em 1h40. O objectivo era o de fazer 25 km, e só não o cumpri porque estava atrasado para o trabalho. Agora é ir treinando pelo menos 4 vezes por semana, com intensidades alternadas, e ir tentando fazer pelo menos uma corrida semanal com uma distância acima dos 22 km (25, 30, 32, 35…).

Acredito que até Maio vou conseguir estar em forma. Pelo meio, terei a Meia-Maratona de Lisboa, que servirá para atestar a capacidade de pulmão (vou fazê-la em alta intensidade).

Mas também terei uma semaninha de férias pelo Brasil, que promete ter muita comida boa.

O que vale é que o calçadão é mesmo em frente ao hotel…

1 Comentário

  1. Bela desculpa a do trabalho… para fazer os 25 em vez dos 22 era só corre mais depressa eheh

    Quem me dera a mim conseguir tirar o cu da cama mais cedo para ir fazer uma corridinha

  2. Essa notícia de q vai ao Brasil foi ótima e me bateu saudades da minha terrinha, não deixe de fazer os programinhas de praxe como ir ao Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Praia de Copacabana, Ipanema, e beba a deliciosa água de côco!! Até e boa sorte na maratona. Bia.

  3. Le o livro do Murakami para inspiração, o livro em que ele fala das suas maratonas e dos seus treinos. É muito interessante e parece-me que esta é a ocasião perfeita para o ler 🙂

  4. olá,
    só para dizer que comecei a correr em Junho e, em 5 meses consegui fazer a maratona do Porto em Novembro passado, tudo graças aos treinadores do Clube da Corrida Hand2hand/Personalrunner, que nos orientam e nos ensinam como evoluir até conseguir fazer uma maratona. O treinador principal é um brasileiro, António Nascimento, que vai fazer o UltraMan em Setembro deste ano em Gales e ele manda-nos por email todas as semanas quanto devemos correr e corremos juntos ao sábado no estádio nacional. por experiência própria, é mais fácil treinar-se para uma prova dessas com profissionais do assunto. recomendo.
    Boa sorte, Catarina

  5. Rídiculo S. Eu corria 10km duas vezes por semana e em 2 meses preparei-me e corri uma maratona sem grandes dificuldades. 3:25h! Há gente que complica mesmo.

  6. Hum… o esforço fisiológico, mecânico e psicológico é bem diferente de uma meia maratona e uma maratona. Mesmo que o objectivo seja apenas concluir a prova. Se preparar uma maratona (respeitando a saúde dos praticantes) fosse assim tão fácil, não seriam necessários cursos de educação física. Em Lisboa existem vários grupos de apoio à corrida. O http://jamor.idesporto.pt/index.php?s=white&pid=87 julgo que trabalha bem e também dão apoio à técnica de corrida, algo extremamente importante e que ninguém treina! Ao fim de 40 km com apoios incorrectos, o mais certo é que nos meses seguintes os pés, joelhos e coluna reclamem bastante! 😉 Se achares que não será necessário, a par do teu trabalho de corrida (propriamente dita) aconselho um bom reforço dos pés, lombares, abdominais, adutores, etc etc 😉 e muita técnica de corrida… 🙂

  7. Olá S. Eu sei que uma maratona não é brincadeira. Apesar de nunca ter feito a distância, já fiz imensas meias, e há mais de 20 anos que sou um participante em corridas de meio fundo. Sei o que deve ser um treino, conheço a importância dos períodos de recuperação, sei dosear os esforços, e tenho sabido preparar-me em condições para as provas. Sou assinante da Runner's World, uma revista fantástica para quem gosta de correr, cheia de dicas, reportagens óptimas, e truques para correr mais e melhor.
    Neste momento, estou na fase a que chamo "ganhar perna", que é a de dar quilómetros às pernas, prepará-las para distância mais longas do que as que estava habituado. Normalmente, corro 8 a 10 km nos treinos. Mas estou a subir a intensidade e a criar picos – ou seja, um treino bem mais longo. E isto vai ser progressivo.
    Como não vou fazer a maratona com outro objectivo que não o de chegar ao fim, não preciso de treinar em alta intensidade, basta-me ir ganhando a perna e mantendo o pulmão. Mas acho que vai correr bem. 🙂

  8. Ainda só comecei agora no ginásio e faço 3 km em 20minutos…Imagino 22km numa 1h40m???!!! Tenho de conseguir também!! Até Maio voltamos a ver os recordes!!LOL!

  9. Eu estou a pensar em inscrever-me para a meia maratona… será que podias falar sobre um plano de treino que aches bom para conseguir fazê-la? Seguiste já algum?
    Eu já corro há algum tempo mas nunca mais do que 1h15, e nunca muito rápido…

    Obrigada!

  10. Olá!
    Fazer uma maratona não é brincadeira! E por vezes, muito volume de treino (volume é diferente de intensidade) não significa um bom treino. O grande erro de quem treina para maratonas é mesmo esse, excesso de volume. Aconselho a procurar alguém que o ajude num planeamento em condições. Três meses é muito pouco para um treino de maratona!!
    Bons treinos!!

DEIXE UMA RESPOSTA